quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Polo Naval de Rio Grande: Transportes de peças gigantes param o trânsito na ERS-734

Por duas vezes o trânsito ficou interrompido, de cinco a dez minutos, na ERS-734, durante o fim de semana. O fluxo de veículos parou para a manobra de saída de um castelo d’água de ferro com reservatório cilíndrico, de 61 toneladas, da empresa Imediata Soluções Industriais com destino ao Estaleiro ERG 2.

A peça gigante foi transportada da metalúrgica (situada na av. Itália, 1780 – Vila Maria José) até o estaleiro (na avenida Almirante Maximiano da Fonseca, 4301) por duas carretas. A primeira carreta saiu da metalúrgica às 19h30min de sexta-feira, 4, com um castelo tipo taça de água potável, com capacidade de 80 metros cúbicos. A outra carreta partiu às 9h de sábado, 5, portando um reservatório cilíndrico de 40 metros de comprimento com capacidade para 400 metros quadrados.

Ambos os carregamentos levaram em torno de 30 minutos para chegar ao estaleiro. No local, as peças ainda seriam agrupadas a uma base que também foi construída pela empresa, e que já havia sido transportada dias antes, para a conclusão do castelo d’água.

O diretor financeiro da empresa, Francis M. Pinto, informou que o valor do projeto, solicitado pela Engevix, foi de R$1,5 milhão e que a sua execução levou em torno de dois meses e meio. Segundo ele, nunca antes fora construída em Rio Grande uma peça desse volume.

O diretor informou também que cerca 20 funcionários, diretos e indiretos, trabalharam na obra e que 90% da mão de obra utilizada foi rio-grandina. “A concretização da obra serviu para abrir portas para um projeto 50% maior, que será totalmente construído pela empresa dentro do estaleiro”, comemorou o diretor, já adiantando que provavelmente novos funcionários serão contratados.

Francis ressaltou, orgulhoso, que a empresa é genuinamente riograndina, formada por três sócios e cinco engenheiros naturais do Rio Grande. Há um ano e meio no segmento metalúrgico, o diretor informou que a Imediata está também presente em todas as plataformas da Quip e da Engevix, no ERG 1 e no ERG 2.

“Começamos trabalhando para a Engevix, com obras de valores bem menores, para, aos poucos, irmos mostrando a capacidade que tínhamos em executar os trabalhos dentro dos prazos dos contratos. Nesse um ano e meio conseguimos captar esse contrato de R$1,5 milhão, que é o maior contrato que a empresa possui hoje junto ao ERG2 e que vai abrir portas para contratos maiores, vista a qualidade e o comprometimento de uma empresa genuinamente riograndina com o Polo Naval. Esse contrato se transformou no nosso maior cartão de visitas para a captação de contratos maiores e que obrigatoriamente irão exigir a contratação de mais funcionários”, concluiu o diretor.

 

Fonte: Tatiane Fernandes do Jornal Agora

 

De olho nos acontecimentos...

De olho nos acontecimentos...

Galo Até Morrer!!!

Galo Até Morrer!!!
Super Galo

Minha Princesinha

Minha Princesinha

Galerinha do Barulho rsrsrs...

Galerinha do Barulho rsrsrs...
Filhotes, Filhos

Minha vida

Minha vida
Família

EU E MINHA TURMINHA LINDA

EU E MINHA TURMINHA LINDA
FAMÍLIA