quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Feliz 2010!!!!



Feliz 2010

Carlinhos



Feliz 2010 meus familiares e amigos :-)

Galera quero desejar a todos muitas felicidades neste novo ano e que Deus ilumine o caminho de cada um e lhes mostre os melhor caminho a ser seguido.
Do fundo do meu coração desejo muita saúde, paz, alegrias e muito dinheiro no bolso rsrsrs...
 

"O ser humano vivência a si mesmo, seus pensamentos como algo separado do resto do universo - numa espécie de ilusão de ótica de sua consciência. E essa ilusão é uma espécie de prisão que nos restringe a nossos desejos pessoais, conceitos e ao afeto por pessoas mais próximas. Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão, para que ele abranja todos os seres vivos e toda a natureza em sua beleza. Ninguém conseguirá alcançar completamente esse objetivo, mas lutar pela sua realização já é por si só parte de nossa liberação e o alicerce de nossa segurança interior".
 
"Admiro a terra, quero-a, sempre gostei dela. Sempre me senti feliz por estar vivo: apesar da guerra, das más notícias, não sou capaz de matar em mim a simples alegria de viver."
 
"Façamos da interrupção um caminho novo.
Da queda um passo de dança,
do medo uma escada,
do sonho uma ponte, da procura um encontro!"
 
 

Um grande abraço e um feliz 2010!!!

Carlinhos Mineiro
Controle da Qualidade Quip S/A
http://carlinhosmg.blogspot.com;
http://twitter.com/carlinhosmg;
carlinhosmg no Skype;
"O tempo não espera por ninguém. o ontem é história, o amanhã é um mistério, o hoje é uma dádiva, por isso é chamado de presente."

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Natal em Erechim

A cidade toda enfeitada no espirito natalino.

sábado, 19 de dezembro de 2009

AMOR E TRISTEZA AO MESMO TEMPO (CONFUSÃO DOS SENTIMENTOS)



Acho que minha vida esta um tanto confusa neste momento e meus pensamentos as vezes me traem e o que as vezes julgava ser certo hoje já não tenho tanta certeza assim.
Me desculpem + estou confuso e se por um acaso magoei alguém minhas sinceras desculpas.
No entanto acho que ainda sou uma pessoa boa e que procura fazer o bem independente de quem esteja sendo favorecido.
E com o diz o ditado "Fazer o bem sem olhar a quem"

Minha cabeça está tão vazia
preciso pensar em algo que não faça os outras chorar
preciso de estrelas
preciso entender a canção dos anjos

Queria ter a mesma convicção de ontem
queria poder viver o amanhã
eu poderia até pensar numa saída
mas o meu amor voou para além do horizonte

Por que eu deveria chorar?
não irá ser por sua causa que minhas lágrimas tocarão ao chão
o medo se extinguiu
as idéias morreram

E fica por terra mais uma alma apaixonada
nesse momento, todas as palavras de amor se apagam
todos os sentimentos acabaram, já não há mais dor
será que foi uma boa idéia?

A luz agora me cega
pedi perdão para as estrelas
mas elas não me perdoaram
como conseguirei te amar?

Acho que foi melhor assim
agora ouço perfeitamente a canção dos anjos, não há mais volta
as portas do céu se fecharam
eu nunca estive tão perto de Deus

Não seria um momento importuno para me arrepender
mas fico feliz em ter a certeza
de que as flores ainda terão o mesmo perfume,
de que o sol ainda brilhará, de que você será feliz um dia

Sem mim...

Pedi à lua que vigiasse seu sono
pedi às estrelas que iluminessem o teu caminho
pois você foi a única conquista que me importou
mas que eu não consegui conquistar

Você foi o meu sonho
eu sei que você não tem culpa
e eu não te culpo por nada
na verdade, quem deve desculpas sou eu

Por eu ter sido tão covarde comigo mesmo
por não ter tido coragem de lutar por seu amor,
de olhar em teus olhos
não adianta arrependimentos

Tudo acabou
acabou...
as palavras de amor nunca irão se apagar
não há mais volta

As portas do céu se fecharam...

sábado, 5 de dezembro de 2009

Hino Clube Atletico Mineiro

De gerações a gerações, o nosso time é imortal (Parte 2)





Mineirão em fim de tarde e crianças distraídas pelo estádio pedem para o pai um sorvete ou contemplam as enormes bandeiras que balançam de um lado para o outro. Todas sabem o hino do Galo completo, desde que aprenderam suas primeiras palavras.
Até que de dentro do túnel surge um enorme Galo Doido que faz os malucos cantarem alto na arquibancada. Quem não solta uma palavra sequer são as crianças que ficam hipnotizadas; paradas como se estivessem diante do principal herói de sua infância, sem saber que esse é também o herói de todos aqueles marmanjos que estão ao redor dos pequenos torcedores.


São fisionomias difíceis de se descrever, assim como as de crianças em hospitais, que ficam dias sem receber a visita de um parente sequer, mas que derepente vêem um Galo enorme entrando em seu quarto. Sim! Aquele Galo que elas viam alegrando seus pais, tios e irmãos estava ali ao lado delas, anestesiando uma dor que já durava dias.
Nas escolas, mais mágico que aprender, foi quando o enorme Bicudo adentrou aquele local até então tido como silencioso. Era aluno, professora e diretora a gritar Galo, sabendo que ser atleticano era a maior lição na vida.


Uma atitude simples, mas que irá interferir na vida dos que participaram da história pelo resto de seus dias. Os pequenos irão falar com um brilho diferente nos olhos para todos o que é ser atleticano, e seu amor inocente e puro será contagiante para tantos outros que os rodeiam.
A maioria passará a acompanhar o dia a dia do time, soltando os gritos de guerra, imitando os gestos dos craques e comprando os produtos oficiais do Time. (???)
Pelo menos ela irá procurar por produtos ligados ao clube, mas não é certo que encontrará, a menos que através dos produtos não oficiais ela consiga o que quer, sem dar nenhum retorno financeiro ao Galo. No site da Loja do Galo, além de roupinhas para bebês, são poucas as opções de brinquedos e demais produtos infantis.



Em 2007 o Atlético lançou "A Turma do Xerife", onde personagens viviam grandes histórias relacionadas ao time atleticano. Com os personagens, Álvaro Cotta, responsável até então pelo marketing, prometia camisas, material escolar, adesivos e até pôsteres relacionados ao projeto. Era uma forma inteligente de atrair novos torcedores para o Galo e desde cedo preencher a cabecinha dos pequenos, impedindo que qualquer pressão de mídia mudasse a escolha dos mesmos.
Como tudo na era Ziza, os planos não foram adiante, e a Turma sumiu antes mesmo de aparecer.



Desde então, nenhuma medida foi tomada especificamente para alcançar os pequenos atleticanos. E a forma de estar perto dos seus ídolos, da cidade do Galo, foi barrada.
As visitas à Cidade do Galo não são autorizadas mais, salvo alguns casos de agendamento para ocasiões especiais.
Se o Clube é uma empresa, ele precisa ter um setor de marketing para planejamento de imagem e mídia, e se ele é um Time que ainda guarda calor humano, que ainda é paixão, ele precisa conhecer quem o movimenta, quem torna tudo isso possível.
No futuro são essas pequenas pernas que irão estar de pé por horas à espera de um ingresso, e as mãozinhas estarão maiores e suando de ansiedade por mais um grande jogo do Galo que tanto ama. E quem era responsável pelo chorinho no colo da mãe, estará cantando e gritando em alto e bom som no estádio.
É preciso olhar com cuidado e dedicar atenção à esse frutos agora, pois se a árvore Atlético enfrentar tempos de seca, eles serão a raiz que sustentará esse Galo que contagia multidões, de gerações a gerações.



ABRAÇO NAÇÃO!



De gerações a gerações, o nosso time é imortal (Parte 1)





A torcida atleticana é eterna. Podem acontecer outros tantos rebaixamentos e outros tantos anos sem títulos que ainda existirá alguém a balançar essa bandeira, mesmo que sendo um dos últimos moicanos.
A mídia nacional e as demais torcidas vez e outra se impressionam com ações e números da torcida atleticana, mas como futebol vive de resultados, fica a pergunta: "Até quando resistirá a torcida?"
Nessa semana o Cam1sa Do2e irá falar sobre torcida mirim, um assunto sério para o futuro do Clube Atlético Mineiro, que viu essa geração reduzir drasticamente em números, principalmente no interior do Estado.



Cento e um anos atrás, um grupo de jovens levavam à loucura quem os assistia em seus jogos nos campos da capital mineira. O clube oriundo daqueles encontros para o futebol garantiu a felicidade de gerações inteiras, sendo referência sempre que era citado o nome de Minas Gerais.
A quantidade de vozes a apoiar o time já não era a mesma do Parque Municipal, e o Galo passou a ser paixão de milhões e até mesmo a razão de viver para muitos.
Crianças cresciam querendo ser como Jairo, Said, Mário de Castro, Ubaldo, Guará, Kafunga, Dadá, Reinaldo, Éder, João Leite, Marques entre outros que eram referências para a garotada de suas respectivas épocas.


Aquelas crianças cresceram e se tornaram as vozes que hoje cantam o hino do Clube, girando a roleta ou não, nesse último caso por viverem longe de Belo Horizonte e por ter se tornado um negócio lucrativo, o futebol não é só renda de ingressos vendidos.
Produtos oficiais, vendas de transmissões payper-view e a simples imagem do escudo podem girar milhões aos cofres do clube que tem um bom grupo de fiéis mundo à fora.
E um efeito cascata vem causando um dano silencioso ao Galo, que poderá ser percebido dentro de alguns anos, tornando mais difícil uma reversão completa da tragédia.

Péssimas administrações causaram uma dívida enorme, que impediu a formação de bons times, vindo o período de ausência de títulos e por fim o rebaixamento à segunda divisão do campeonato nacional.
Crianças de diferentes torcidas comemoraram nas ruas e nas escolas em diversos anos, e o instinto de criança de comemoração falou mais alto e no interior do Estado já se vê (infelizmente) uma geração inteira "perdida" até mesmo para Clubes de outros Estados.


Como disse o próprio Presidente Alexandre Kalil: 
"O que aproxima a criançada é a bola entrando. É o Atlético ganhar e o Cruzeiro perder. É o Atlético em quarto e o Cruzeiro em décimo terceiro. Como foi anos atrás. Nos anos 80, com o Atlético. O que incentiva é a bola entrando no gol."
O Presidente não está totalmente errado, mas durante os próximos dias iremos discutir aqui o que pode ser evitado enquanto a bola não entra e a taça não sobe para que a cada dia conquistemos mais atleticanos jovens, porém não menos apaixonados que os marmanjos.
Iremos analisar ações de marketing em outros clubes, simples decisões que podem fazer uma grande diferença, como usar a mídia à favor do Clube e como a torcida pode ajudar a realizar tudo isso.
Eu sou a prova viva que não é preciso ter pai atleticano para amar esse Clube. Foi essa torcida que me fez aprender esse hino e foi esse hino que me fez ficar louco de paixão pelo Galo.
E se para um pai a ansiedade para que o filho aprenda a falar Galo é maior que ouvir o "Papá", nós ajudaremos daqui a levar essa emoção por séculos, porque o nosso time É IMORTAL.

A
BRAÇO NAÇÃO!

Presidente da Petrobras reafirma intenção de transformar a região em grande produtora de cascos (Rio Grande - RS)


Agência Petrobras

Ao participar, no dia 4, do Seminário “O Brasil e o Pré-sal”, em Porto Alegre, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli de Azevedo, falou dos empreendimentos em andamento (P-55) e previstos (oito cascos de plataformas) pela empresa para Rio Grande e reafirmou: “Pretendemos transformar a região do Rio Grande numa grande produtora de cascos”. Gabrielli participou do evento como palestrante do painel “A Geopolítica do Petróleo e a Distribuição dos Dividendos do Pré-Sal” e, antes, chegando ao auditório Dante Barone, da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, conversou com a imprensa.
Ele destacou que a Petrobras vem realizando este tipo de debate em vários estados porque considera que se está a frente de uma grande oportunidade. Conforme Gabrieli, a descoberta do pré-sal brasileiro apresenta um enorme potencial de crescimento da capacidade de produção de petróleo, muito acima do que se podia imaginar há cinco ou dez anos atrás. No entanto, essa oportunidade exige desafios, que se tenha soluções e propostas para uma visão de longo prazo da utilização desta riqueza, uma vez que são riquezas que não se reproduzem. “Saber utilizar da maneira mais adequada essa riqueza é um elemento extremamente importante para a sociedade brasileira. E isso não pode ficar restrito somente aos segmentos diretamente envolvidos”, salientou, explicando que por isso o assunto precisa ser amplamente debatido.
O seminário “O Brasil e o Pré-sal”, foi realizado pela Revista Voto e, segundo a diretora executiva da revista, Karim Miskulin, objetivou discutir o Pré-sal e suas perspectivas, “tema que deve pautar também as eleições de 2010”. Karim fez a abertura do seminário, que teve patrocínio da Petrobras e buscou, por meio de quatro painéis, apresentar à comunidade o debate sobre de que forma o Brasil está se preparando para a nova era, que é a do Pré-sal. Marcos Coester, representante do Comitê Gaúcho em Defesa do Pré-sal e vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), ao palestrar no primeiro painel do evento, que tratou do “Papel das Empresas Brasileiras e o Impacto na Indústria”, observou que este tema é uma grande preocupação do momento. “O Porto do Rio Grande coloca o Rio Grande do Sul em um novo patamar nesta política de desenvolvimento do País”, salientou, acrescentando que as empresas precisam preparar-se e aproveitar este momento para que o dique seco, em construção em Rio Grande, não seja o final, mas sim o início de um processo de industrialização e desenvolvimento para o Município e o Estado.

Licitação para cascos

No intervalo do meio-dia no seminário, o secretário de Finanças do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Paulo Ferreira, promoveu uma reunião com organizadores do evento e o vice-presidente da Engevix, Gerson de Melo Almada, para tratar da licitação dos oito cascos de plataforma que serão construídos no dique seco. Segundo Almada, a Engevix apresentou o melhor preço na licitação e agora sua proposta está em processo de espera da decisão final da Diretoria Executiva da Petrobras.
Fonte: Jornal Agora - Carmem Ziebell

Petrobras investirá mais de US$ 174 bi entre 2010 e 2014

SÃO PAULO - O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, informou ontem que o plano de investimentos da estatal para o período 2010-2014 deve superar os US$ 174,4 bilhões do plano 2009-2013, confirmando o que disse na terça-feira, em entrevista à Agência Estado. "Provavelmente, aumentará. Por enquanto, não tenho a menor condição de dizer", disse. Ele estima que o novo plano de investimento seja divulgado no primeiro trimestre de 2010.

De acordo com o executivo, projetos de todas as áreas de atuação da companhia estão sendo revisados neste momento. "Estamos avaliando. São mais de 25 projetos acima de US$ 500 milhões e 3 mil e tantos projetos abaixo de US$ 500 milhões. Então, são quase 4 mil projetos e esse processo envolve centenas de pessoas."

Gabrielli também renovou a sua expectativa de que os projetos de lei que tramitam no Congresso sobre o novo marco regulatório do setor sejam aprovados até o fim deste ano na Câmara e no primeiro trimestre de 2010 no Senado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Rio Grande do Sul terá investimentos superiores a US$ 2,5 bi




Em seminário sobre o pré-sal nesta sexta-feira (4/12), em Porto Alegre (RS), o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, informou que dos US$ 174,4 bilhões de investimentos previstos no Plano de Negócios da Companhia até 2013, mais de US$ 2,5 bilhões serão destinados ao Rio Grande do Sul, em projetos no Pólo Naval de Rio Grande, em novas unidades da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap) e novas instalações do Terminal de Rio Grande (TERIG), entre outras iniciativas. Gabrielli lembrou a importância da indústria naval gaúcha para o setor de petróleo e gás e reforçou a política da Petrobras de manter um mínimo de 65% de conteúdo nacional nas contratações para o setor.
O presidente falou sobre a importância da qualificação da mão-de-obra diante dos grandes desafios do pré-sal e reforçou que o Prominp (Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás) treinou, até o momento, cerca de dois mil profissionais no Rio Grande do Sul. Outras três mil pessoas devem passar pelo Programa até 2013. Gabrielli afirmou que 87% dos profissionais já capacitados pelo Prominp estão hoje empregados na cadeia de fornecedores da Petrobras e indústria de petróleo e gás.
Na ocasião, Gabrielli apresentou os desafios da exploração do petróleo na camada do pré-sal e ressaltou que a produção brasileira de petróleo e gás deverá ser elevada em 7,5% ano, em média, até 2020, apenas com as áreas do pré-sal já concedidas. Segundo ele, o teste de formação realizado em Guará, na Bacia de Santos, “obteve resultados extraordinários, já que a capacidade de produção de um único poço alcançou 50 mil barris/dia. Ainda não podemos dizer exatamente qual o tamanho exato das reservas do pré-sal, mas é certo que trata-se de algo grandioso”, afirmou.
Gabrielli defendeu a escolha da Petrobras como operadora única do pré-sal. “A Petrobras é atualmente a maior operadora do mundo em águas profundas, com 22% de participação, é quem mais conhece o pré-sal. Ao controlar a operação, a Companhia poderá decidir qual a tecnologia a ser empregada, a forma de produzir e haverá a garantia de que o conhecimento adquirido com os campos do pré-sal ficará retido no país”, disse.

domingo, 29 de novembro de 2009

Uma homenagem a minha Mãe querida!!!

MEU ESTILO MUSICAL







Olá meus amigos ai esta um pouco das músicas que adoro estar curtindo, seja em um churrasquinho com minha família e amigos, seja quando fico até altas horas só navegando na internet ou quando pego a estrada e saio dirigir por esse mundão de meu Deus.





AGORA ESSA MÚSICA É EM ESPECIAL PARA A MULHER DA MINHA VIDA, 
MINHA NEGUINHA LINDA (JULIANA)

terça-feira, 24 de novembro de 2009

INDICO O CETRE DO BRASIL P/ QUEM QUER ESTUDAR E SE QUALIFICAR


Cetre de casa nova!




Nova sede CETRE
A mudança é geral. Não só na matriz, em São Paulo, mas também nas filiais, em Salvador, na Bahia, e em Taubaté, interior de São Paulo, a Cetre inovou em suas instalações. Aumentou as dependências e com isso a capacidade de atendimento ao aluno, com investimento em equipamento e tecnologia.
Em São Paulo, a nova sede continua em um local de fácil

acesso, próximo ao Metrô Santa Cruz, antes com 900, agora 1.200 metros quadrados, novos laboratórios e equipamentos para aulas práticas, serviço diferenciado de atendimento ao aluno, além de espaço para abrigar um número maior de alunos e por isso aumento no quadro de professores. “Crescemos para atender melhor e com mais qualidade”, diz Waldomiro Figueiredo, diretor da Cetre.
Na unidade de Salvador, houve mudança também de endereço e aumento de espaço de 200 para 500 metros quadrados, com reforço no quadro de professores e melhoria da qualidade e quantidade de equipamentos. Em Taubaté, houve reforma no prédio, também melhorando o atendimento ao aluno, com mais espaço – agora com 700 metros quadrados – e estrutura interna.

Confira os nossos endereços:

CETRE do Brasil
Unidade São Paulo
Av. Padre Machado, 404 - Próximo ao Metrô Santa Cruz - São Paulo
Unidade Taubaté
Rua Humaitá, 424 - Taubaté - São Paulo
Unidade Salvador
R. Conselheiro Dantas, 08 - Edif. Paraguaçu 10o andar - Bairro do
Comércio
Sede CETRE





Mercado




243 mil qualificações para o pré-sal

Notícia dada pela Petrobras movimentou o mercado: até 2016 um total de 243 mil pessoas serão qualificadas para trabalhar nas atividades de exploração e produção do pré-sal. Esses profissionais serão capacitados para trabalhar na indústria nacional fornecedora de equipamentos e mão de obra do setor de petróleo e gás natural. A Cetre, organismo
----------------------------------------------------------

reconhecido e com abrangência nacional, credenciada junto ao Prominp, também faz parte desse desenvolvimento e oferecerá aos profissionais interessados nessa qualificação o treinamento adequado e oficial.
----------------------------------------------------------





Serviço de Atendimento ao Aluno




Canal Direto



Aluno
Uma novidade faz parte das atividades da Cetre: o Serviço de Atendimento ao Aluno que dá suporte para quem está realizando ou já realizou qualquer um dos cursos da escola. Desde setembro, uma equipe especializada está disponível para tirar dúvidas, ajudar no processo de certificação, com suporte de documentação, além de possuir um canal direto com empresas que precisam de profissionais, por meio do serviço de indicação de alunos e ex-alunos.
O profissional fazia o nosso curso e na hora

------------------------------------------------------

de buscar a certificação ligava para a central de vendas tentando sanar algumas dúvidas. Por isso resolvemos criar um canal direto com o aluno. E se ele não nos procura, nós vamos até ele oferecendo suporte e também para acompanhar o seu histórico, sua satisfação com o curso e resultados.
O serviço de contato com as empresas para o recebimento de vagas e posterior envio de currículos está em implantação. A Cetre terá um canal com as empresas e repassará aos alunos e ex-alunos possíveis oportunidades de emprego. E eles poderão, com a informação, fazer o contato com a empresa e se candidatar as vagas. Hoje já informamos sobre vagas disponíveis no mercado enviando e-mail aos profissionais que passaram pelo curso. Mas queremos ampliar esse canal de comunicação, podendo assim ajudar mais alunos na recolocação profissional.
Outra novidade que está sendo implantada pelo Serviço de Atendimento ao Aluno e inicia em 2010 são palestras e workshops, com o intuito de reciclar e reforçar os aprendizados do curso.

------------------------------------------------------



Dica de Qualificação


Mesmo em expansão e sendo importante para a segurança e desenvolvimento de áreas da indústria como a de petróleo e gás, siderurgia, aeronaval, aeronáutica e automobilística, para ser um técnico de inspeção em ensaios não destrutivos (END), o profissional precisa fazer um curso, a qualificação e tirar a certificação. Uma das maneiras de tirar esse documento é pelo Sistema Nacional de Qualificação e Certificação de Pessoal em Ensaios Não Destrutivos - SNQC/END - que exige alguns requisitos como escolaridade, treinamento. experiência profissional e aptidão física.
Após o treinamento, a primeira etapa para a qualificação é o envio da documentação para a Secretaria do Bureau de Certificação (BC), via correio. Alguns formulários devem ser preenchidos e assinados, entregues com o certificado de escolaridade; RG, CPF, duas fotos 3x4 e outros documentos que podem ser consultados no site da ABENDE –www.abende.org.br.
Após o envio e aprovação da documentação acima, o Bureau de Certificação enviará boleto bancário para o pagamento do exame. Depois do pagamento será encaminhado para o CEQ a solicitação do exame e após agendamento, a ABENDI enviará um comunicado por escrito informando a data para realização.
A Cetre é uma das escolas reconhecidas pela ABENDI que oferece o treinamento

preparatório com todos os requisitos necessários para a formação completa do profissional. Durante o treinamento, visando a qualificação em END, o profissional aprende os conceitos físicos realizados no ensaio, os cálculos que tem que ser feitos e a prática, parte principal do curso da Cetre.
O profissional realiza prova teórica e prática conforme a norma NA-001 e a Instrução Geral IT-114. É importante antes da realização do exame o profissional verificar a última revisão do documento, por meio do site:
http://www.abende.org.br/down2/
exame_n1e2.pdf.

Após aprovação na prova teórica, o candidato é encaminhado para a realização do exame prático. A data para realização é agendado pelo BC para ocorrer nos Centros de Exames de Qualificação. O prazo para conclusão do processo são 24 meses, a partir do primeiro exame. É permitido dois reexames em cada prova. Para aprovação o profissional deve obter a nota mínima sete nas provas teóricas e nota mínima oito no exame prático. Ao passar no curso, o candidato recebe do BC a carteirinha e o certificado. O profissional terá que manter a qualificação a cada trinta meses. Ele deverá encaminhar documentos que comprovem que esteve trabalhando durante esse período.



Dica de Técnica


Cuidados necessários na inspeção de soldagem

Soldagem
Para um trabalho em soldagem ser realizado sem falhas, um dos princípios básicos é armazenar de maneira correta os eletrodos revestidos, que são os materiais consumíveis usados na soldagem. É o material que é adicionado à solda, por isso não pode absorver umidade e precisa ser acondicionado em estufas apropriadas com umidade e

temperatura controlada, pois é necessário evitar a entrada de hidrogênio, que é um gás que quando fica dentro do material, tende a trincá-lo. “Por isso esses eletrodos não podem ter teor de umidade acima do especificado”, explica José Roberto Garcia Miranda, instrutor do Cetre.
O problema maior é quando há trinca. O material programado para durar um determinado tempo, começa a apresentar problemas, o que influencia diretamente no custo. “Para ter uma idéia, um empreendimento da Petrobras em termos de dutos custa na ordem de R$ 6 bilhões. Isso tudo vai por água abaixo se não tomar cuidado, principalmente, com a área de soldagem. Fora o problema do meio ambiente. “Já pensou um duto arrebentando? No meio de uma cidade? Pode acontecer um grande acidente, além de causar danos ao meio ambiente”, esclarece Miranda.



Carreira


Você já pensou em ser inspetor de soldagem?

É uma área profissional ampla, com vários segmentos, como do petróleo, petroquímico, papel e celulose e as metalúrgicas em geral, que contratam o inspetor de soldagem, além da indústria naval e a construção civil. “Hoje, muitos prédios são construídos com vigas metálicas no Brasil e no exterior, nesta realidade, temos conhecimento, da procura de outros países por soldadores brasileiros.” diz José Roberto Garcia Miranda, instrutor do Cetre.
O Inspetor de Soldagem controla a qualidade da soldagem durante a manufaturação do equipamento, em sua construção. Por exemplo, o metrô, quando vai fazer um túnel, tem muito equipamento e estrutura soldada. Então a empresa precisa ter um inspetor de solda para controlar toda a qualidade da soldagem. Tem que cumprir certos pré-requisitos por norma que garantem a qualidade daquela construção.
O curso de Inspetor de Soldagem da Cetre é muito conhecido, principalmente porque investe em aulas práticas. Por ano, a Cetre treina cerca de 600 inspetores de soldagem. “É uma profissão vantajosa. Quando me aposentei resolvi fazer o curso para me atualizar no nível II e continuar no mercado,

pois fui soldador mais de 30 anos. Valeu a pena, pois é uma área em pleno crescimento”, conta Luiz Castro, hoje com 59 anos e uma segunda profissão: inspetor de soldagem.
Para Miranda, a vantagem da profissão é que se adquire formação técnica com baixo custo e pouco tempo de atividade. “Por exemplo, com 200 horas você faz o curso de inspetor de soldagem. Com um investimento de cerca de R$ 5.000 (entre treinamento e certificação). E o salário base de um inspetor de soldagem varia de R$ 3 mil a R$ 12 mil.
O filtro é rígido, pois a prova de qualificação exige estudo e experiência profissional. Não é só fazer um curso e fazer a prova. Você tem que fazer estágio em uma empresa, que vai te dar experiência. Depois de comprovada essa experiência, você pode fazer a prova de qualificação e se tornar um inspetor de soldagem. Nosso certificado é muito aceito nas empresas, elas confiam. Para o nosso aluno, esse é um ponto positivo”, finaliza Miranda.
Próximo curso de inspetor de soldagem
07/12 São Paulo e Bahia e 14/12 - Taubaté


Cetre do Brasil Todos os direitos reservados @
Sede: Rua Padre Machado, 404 - próximo ao metrô Santa Cruz - São Paulo
Tel: (11) 2188-1750 | (11) 5575-2225 ou 0800-14-5556
Site: www.cetre.com.br | E-mail: cetre@cetre.com.br


* ME ORGULHO DE TER FEITO MEU CURSO DE DIMENSIONAL AQUI NESTA ESCOLA *

POLI/USP simula as condições de operação dos risers para a P55


– POLI realiza estudos para a Petrobras a fim de estimar a vida útil dos risers sujeitos a Vibração-Induzida por Vórtices ( VIV) da Super Plataforma P55 –

Nos próximos quatro meses os supercomputadores do Núcleo de Dinâmica e Fluidos (NDF), do Departamento de Engenharia Mecânica da POLI/USP – adquiridos com apoio da FAPESP e FINEP - trabalharão exclusiva e ininterruptamente para estimar a vida útil dos risers que irão equipar a Plataforma P-55. Estes risers estarão sujeitos a Vibração-Induzida por Vórtices (VIV) devido às correntes marítimas e as ondas.
A busca por novas reservas de óleo tem levado ao desenvolvimento de campos localizados em águas profundas e ultra-profundas (profundidades entre 1000 e 3000m). Os risers são sistemas tubulares que ligam os poços situados no fundo do mar às plataformas. Pelo grande distanciamento entre as extremidades, os risers são estruturas esbeltas e estão sujeitos a VIV. Esse fenômeno pode causar uma diminuição substancial da vida útil dos risers e, inclusive, inviabilizar a instalação de plataformas em certos locais. O custo unitário linear de alguns tipos de risers chega a custar US$2 mil. É comum em uma única plataforma a existência de 40 a 50 risers e umbilicais. Dado o custo unitário elevado, essas linhas chegam ao custo total da ordem de US$100 milhões. Esse valor em uma única plataforma!.
A Escola Politécnica, parceira técnica da Petrobrás há mais de duas décadas, já deu início ao estudo, a ser concluído em junho próximo. O objetivo do projeto é estimar a vida útil dos risers da P-55 quando imersos nas condições ambientais reais do local da plataforma. "Serão estudadas as características e avaliada a vida útil dos risers. A Petrobras define os perfis de corrente e a POLI irá simular, em seu supercomputador, se os modelos atendem às necessidades exigidas. Para isso checaremos fadiga e vida útil devido a VIV", esclarece o prof. Dr. Julio Meneghini, líder da equipe de pesquisadores do NDF.
Segundo Meneghini, para obter resultados confiáveis, serão simuladas 170 condições de correntes marítimas. "A Bacia de Campos, onde será instalada a P55, apresenta um quadro de correntes marítimas que, ao que sabemos, é dos mais complexos do mundo". Para esse trabalho o NDF está empregando o know how acumulado em projetos patrocinados pela Petrobras, British Petroleum (BP), Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).
O NDF é referência mundial em estudos sobre Vortex-Induced Vibration (VIV), fenômeno que ocorre ao longo do comprimento do riser e que influencia sobremaneira na vida útil dos equipamentos.
Os supercomputadores do NDF
Os recursos computacionais disponíveis no NDF são constituídos por um cluster SGI Altix com 16 CPUs Itanium2, um cluster Itautec com 64CPUs/Pentium IV, um servidor Itautec Dual Xeon, estações de trabalho Compaq/Alpha Dual-EV6, Dell Dual-Xeon, SGI Indigo, PowerMac Dual-G5 e 38 microcomputadores PC Pentium IV.

Jaqueta da plataforma de Mexilhão é lançada ao mar


A primeira etapa para a instalação da Plataforma de Mexilhão (PMXL-1) foi realizada neste final de semana. Na tarde do dia 22, a jaqueta — estrutura de aço que serve de base à plataforma e que ficará fixada no fundo do mar — foi lançada na Bacia de Santos. A operação foi realizada a cerca de 140 quilômetros da costa de Caraguatatuba (SP), onde a PMXL-1 irá operar a partir de 2010. Mexilhão será a maior plataforma fixa de gás do país, com capacidade de produção de até 15 milhões de metros cúbicos por dia de gás — o equivalente a metade da capacidade do gasoduto Bolívia-Brasil.
A jaqueta é uma estrutura de aço com base quadrada medindo 70 por 70 metros e topo também quadrado de 40 por 40 metros, formada por tubulares, pesando 11.300 toneladas no total. Com 182 metros de altura, depois de instalada, seu topo ficará 10 metros acima do nível do mar. A altura final da plataforma, do solo marinho até o ponto mais alto dos módulos será de 227 metros, sendo equivalente a um edifício de 75 andares. Tanto a jaqueta quanto os módulos foram construídos em Niterói (RJ), com requisito de conteúdo nacional mínimo de 70%. Os dois módulos que serão colocados sobre a jaqueta, juntos, pesam mais de doze mil toneladas. Neles estão as instalações de processamento de gás, utilidades, incluindo capacidade de sete Megawatts de geração de energia elétrica, com três turbo- geradores a gás, acomodações para até 100 pessoas e heliponto.
O lançamento da jaqueta ao mar foi feito pela balsa Saipem 600. A balsa possui dispositivos de controle de lastro, lançando a jaqueta na água por meio de trilhos e afundando a sua popa. Tanques de flutuação controlam a jaqueta para que fique na posição vertical na água.
A balsa-guindaste Saipem 7000 irá posicionar a jaqueta no local correto e fixá-la no fundo do mar por estacas com 116 metros de comprimento e peso de 400 toneladas cada uma. Essa operação deve ser finalizada até o final deste mês.
O transporte dos módulos até a locação, assim como sua instalação sobre a jaqueta, está previsto para acontecer até o final do ano. Após a instalação e soldagem, será realizada a interligação dos módulos e a preparação da PMXL-1 para conectar-se aos poços e ao gasoduto que movimentará o gás do campo de Mexilhão até Caraguatatuba, onde está sendo construída a Unidade de Tratamento de Gás Monteiro Lobato, para onde a PMXL-1 também escoará o gás recebido dos campos de Uruguá e Tambaú, no Rio de Janeiro, e do Projeto Piloto de Tupi, no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos.
Fonte: www.blogspetrobras.com.br

De olho nos acontecimentos...

De olho nos acontecimentos...

Galo Até Morrer!!!

Galo Até Morrer!!!
Super Galo

Minha Princesinha

Minha Princesinha

Galerinha do Barulho rsrsrs...

Galerinha do Barulho rsrsrs...
Filhotes, Filhos

Minha vida

Minha vida
Família

EU E MINHA TURMINHA LINDA

EU E MINHA TURMINHA LINDA
FAMÍLIA