quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Celso Roth diz que torcida do Atlético-MG é "bipolar"


Após o presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, dizer que a torcida do clube mineiro não está acostumada com mudanças, o técnico Celso Roth disse, nesta terça-feira, em entrevista, que a torcida atleticana é "bipolar".

Bruno Cantini/site oficial do Atlético-MG
Bruno Cantini/site oficial do Atlético-MG
Celso Roth lamenta que torcida do Atlético oscila "entre o céu e o inferno" rapidamente


"A torcida do Atlético é bipolar: ou está tudo bem, ou está tudo ruim, não pode ser assim, não pode ir do céu ao inferno. A campanha do Atlético é invejável, estamos na frente desde o início do Brasileiro. Tivemos uma má jornada em Curitiba, aconteceu, caímos um pouco, mas isso é normal, não faz o trabalho cair todo por terra", analisou Celso Roth.

Na última segunda-feira, Alexandre Kalil amenizou a derrota sofrida para o Coritiba, por 2 a 1, no último sábado, e fez apelo para o comparecimento em massa da torcida ao Mineirão, domingo que vem para o jogo contra o Internacional. O presidente atleticano analisou o Brasileirão como positivo, pelas mudanças que foram feitas no clube.

Kalil admitiu, no entanto, que o Atlético precisa se adaptar ainda ao campeonato por pontos corridos, fórmula adotada a partir de 2003, ano em que o time mineiro terminou em sétimo lugar. Em 2005, foi rebaixado à Série B. Nos outros anos, lutou contra o descenso.

O técnico Celso Roth foi pelo mesmo caminho do presidente atleticano e disse que a campanha do clube no Brasileirão é invejável. "O Atlético vem fazendo a sua parte muito bem feita. O que pega, é que o torcedor há tantos anos sem ter a possibilidade de conquista ficou muito entusiasmado, normal, é nós na hora de confirmamos não conseguimos", disse.

E a torcida do Atlético-MG está demonstrando desconfiança com a atual fase do time, que vem de duas derrotas para Flamengo e Coritiba. Até sábado, quando o time atleticano perdeu por 2 a 1 para a equipe paranaense, os torcedores tinham comprado 28.057 ingressos, em cinco dias de comercialização antecipada.

Depois do tropeço em Curitiba, foram vendidos apenas 3.777 entradas, sendo que nesta terça-feira, foram 1.676 bilhetes comercializados. A venda de ingressos prossegue nesta quarta-feira, entre 9h e 17h, em seis postos: sede de Lourdes, Labareda, loja do Galo Betim, loja do Galo Barreiro, Class Club Sion e Classs Club Buritis. 

Fonte: Bernardo Lacerda (esporte.uol.)

De olho nos acontecimentos...

De olho nos acontecimentos...

Galo Até Morrer!!!

Galo Até Morrer!!!
Super Galo

Minha Princesinha

Minha Princesinha

Galerinha do Barulho rsrsrs...

Galerinha do Barulho rsrsrs...
Filhotes, Filhos

Minha vida

Minha vida
Família

EU E MINHA TURMINHA LINDA

EU E MINHA TURMINHA LINDA
FAMÍLIA