terça-feira, 14 de agosto de 2012

Ronaldinho apronta mais uma rsrsrs...

Publicação: 13/08/2012

No primeiro confronto direto na luta pelo título do Campeonato Brasileiro, deu Atlético. Sob a batuta de Ronaldinho Gaúcho, uma incógnita antes da partida, o alvinegro venceu o Vasco, por 1 a 0, gol de Jô, ontem, no Estádio Independência, e ampliou a vantagem sobre o time cruz-maltino para quatro pontos na disputa pela liderança da competição. Agora, o time de Cuca enfrenta o Atlético-GO, na quarta-feira, às 20h30, no Serra Dourada. Sem tempo para descanso, os jogadores vão se apresentar ao treinador hoje à tarde e embarcam para Goiás à noite. A equipe carioca vai tentar a reabilitação na quinta-feira diante do Coritiba no Rio.

A diretoria do Galo havia assegurado a presença de Ronaldinho Gaúcho diante do Vasco, negando qualquer tipo de atrito entre o armador e o presidente Alexandre Kalil. Os dois teriam discutido durante reunião na Cidade do Galo no sábado e, de acordo com informações da imprensa carioca, insatisfeito com a postura de Gaúcho, o mandatário atleticano o teria tirado do jogo. Mesmo com a negativa da cúpula do Galo, perdurava a desconfiança dos torcedores.

Mas Ronaldinho não só entrou em campo como ditou o ritmo do time no triunfo sobre o Vasco. Mesmo bastante marcado, o armador conseguiu se desvencilhar dos adversários e armou os principais contra-ataques da equipe. E foi dele a jogada espetacular que resultou no gol de Jô no segundo tempo. Depois de driblar dois adversários na área, pela esquerda, ele chutou em direção ao gol. Fernando Prass rebateu e, na sobra, o atacante mandou de cabeça para o fundo das redes. O Independência virou um caldeirão e a torcida deu espetáculo também na arquibancada.

Mas até tudo isso ocorrer, o Galo teve trabalho para vencer a defesa carioca, embora não faltassem chances de abrir o marcador. Numa delas, em contra-ataque iniciado por Guilherme, ainda no começo da partida, o armador lançou para Bernard, que inverteu a jogada para Jô, na direita. O centroavante, canhoto, chutou de perna direita para fora. O goleiro Fernando Prass também foi um gigante. Soube afastar o perigo com personalidade e segurança durante toda a primeira etapa.

Junto com a massa O segundo tempo foi tão empolgante quanto o primeiro. O Galo comportou-se da mesma forma, com uma defesa consistente e muito efetivo no ataque. Perdeu oportunidades nos detalhes. Em outro contra-ataque, Jô recebeu a bola em profundidade, tocou para Guilherme, que chegava em velocidade pela direita, mas o atacante chutou para fora, para desespero da massa. Mesmo assim, os torcedores acreditavam no triunfo. Apoiavam o time a cada jogada e vaiavam os contra-ataques do adversário.

As únicas duas chances vascaínas, em cobrança de falta, foram desperdiçadas por Juninho Pernambucano, cobrador oficial do time carioca. Mas o jogo foi intenso. Apesar do domínio atleticano, nem mesmo o gol de Jô tranquilizou os torcedores, que lamentavam cada chute desperdiçado pelos atleticanos mas não deixavam de aplaudir as belas jogadas criadas por Ronaldinho Gaúcho e cia. No fim, a massa festejou a manutenção da liderança com um jogo a menos e aplaudiu uma equipe que se mostra cada vez mais sólida e concentrada na busca do título do Campeonato Brasileiro.

De olho nos acontecimentos...

De olho nos acontecimentos...

Galo Até Morrer!!!

Galo Até Morrer!!!
Super Galo

Minha Princesinha

Minha Princesinha

Galerinha do Barulho rsrsrs...

Galerinha do Barulho rsrsrs...
Filhotes, Filhos

Minha vida

Minha vida
Família

EU E MINHA TURMINHA LINDA

EU E MINHA TURMINHA LINDA
FAMÍLIA