quarta-feira, 30 de março de 2011

Greve paralisa obra do PAC em PE por tempo indeterminado

Cerca de 80 mil trabalhadores estão de braços cruzados em obras estratégicas para o setor de energia.

As obras na refinaria Abreu e Lima e na Petroquímica de Suape, na região metropolitana do Recife, vão permanecer paralisadas por tempo indeterminado por causa da greve dos trabalhadores, que já dura nove dias. Nos últimos dias problemas trabalhistas se alastraram por algumas das principais obras do PAC. Calcula-se que 80 mil operários estejam de braços cruzados em pelo menos quatro obras estratégicas para o setor de energia do país. Preocupado, o governo federal convocou para terça-feira (29), um encontro com as centrais sindicais, o Ministério Público e as empreiteiras para que as obras sejam fiscalizadas e as leis trabalhistas cumpridas.

Segundo o sindicato das indústrias de construção pesada de Pernambuco, 28 mil grevistas participam da assembléia que decidiu manter a paralisação no Complexo de Suape.

Em nota, o consórcio Conest, responsável pela construção da refinaria Abreu e Lima, informou que sempre esteve à disposição para dialogar com os trabalhadores e que participou de todas as rodadas de negociação. Mas como o movimento se expandiu para outras empresas de Suape, o Conest considera encerrada a sua participação nas negociações, que passaram a ser lideradas pelo Sinicon, o Sindicato Nacional da Indústria da Construção Pesada. Na próxima terça-feira, o Tribunal Regional do Trabalho deve julgar a legalidade da greve.

 

 

De olho nos acontecimentos...

De olho nos acontecimentos...

Galo Até Morrer!!!

Galo Até Morrer!!!
Super Galo

Minha Princesinha

Minha Princesinha

Galerinha do Barulho rsrsrs...

Galerinha do Barulho rsrsrs...
Filhotes, Filhos

Minha vida

Minha vida
Família

EU E MINHA TURMINHA LINDA

EU E MINHA TURMINHA LINDA
FAMÍLIA