quarta-feira, 9 de maio de 2012

Estaleiro tem novo presidente (EAS)




Em meio a mudanças na composição societária, com a saída da Samsung do consórcio, o Estaleiro Atlântico Sul (EAS) ganha um novo presidente. Trata-se do engenheiro Otoniel Silva Reis. Ele, que é executivo da holding Queiroz Galvão, onde ocupava o cargo de diretor-executivo de mercado privado e óleo e gás, assumiu o cargo nesta segunda-feira (7).

No Estaleiro Atlântico Sul, Silva Reis substitui o engenheiro Agostinho Serafim Júnior, que retorna à holding para assumir novos desafios. O novo presidente contabiliza uma carreira de mais de três décadas, com expertise no setor de óleo e gás.
Engenheiro elétrico por formação, o mineiro Otoniel Silva Reis esteve à frente, em várias empresas, de projetos desenvolvidos para a Petrobras, inclusive no exterior. No Brasil, atuou também como diretor de projetos do estaleiro Keppel Fels e integra o Conselho de Administração da Quip.

Na presidência do EAS, Otoniel Silva Reis comandará o maior e mais moderno empreendimento do setor de construção naval e offshore em operação no Brasil, que hoje tem em carteira encomendas que somam em torno de R$ 8 bilhões.

Agostinho Serafim Júnior conclui o seu ciclo à frente do EAS após uma gestão marcada pelo início das entregas do estaleiro e das obras de expansão das instalações da empresa.

Será Silva Reis quem vai entregar o primeiro navio construído pelo estaleiro. Está marcado para o próximo dia 25 a entrega do petroleiro João Cândido. A data foi divulgada semana passada pelo governo de Pernambuco e confirmada pela Transpetro.
Construído desde 2008, o João Cândido é um dos navios do Programa de Modernização da Frota da Transpetro (Promef). O petroleiro tem 274 metros de comprimento (o equivalente a mais de dois campos de futebol) e capacidade de transportar um milhão de barris de petróleo.

Lançado ao mar em maio de 2010, com previsão de entrega para agosto do mesmo ano, o navio passou por correção de inúmeros problemas e foi submetida a provas de mar entre 31 de março e 8 de abril passados, quando percorreu cerca de 500 quilômetros, entre Natal (RN) e Maceió (AL). Os testes foram acompanhados por 120 técnicos, entre funcionários do EAS, tripulantes, representantes da Transpetro e dos fabricantes dos equipamentos e também de fiscais da sociedade classificadora American Bureau of Shipping (ABS).

Fonte: Diário de Pernambuco

De olho nos acontecimentos...

De olho nos acontecimentos...

Galo Até Morrer!!!

Galo Até Morrer!!!
Super Galo

Minha Princesinha

Minha Princesinha

Galerinha do Barulho rsrsrs...

Galerinha do Barulho rsrsrs...
Filhotes, Filhos

Minha vida

Minha vida
Família

EU E MINHA TURMINHA LINDA

EU E MINHA TURMINHA LINDA
FAMÍLIA