sábado, 1 de outubro de 2011

Procura por cursos de qualificação extrapola vagas oferecidas

SMCAS vai estudar, para as próximas edições, forma de evitar fila por vários dias

Foto: Fábio Dutra

Período de inscrições para cinco cursos de qualificação de mão de obra para o Polo Naval encerrou-se nesta sexta-feira

Terminou no dia 30, o período de inscrições para cinco cursos de qualificação de mão de obra para o Polo Naval, do Programa Setorial de Qualificação (Planseq), que se iniciou segunda-feira. No início da tarde, foram inscritos os candidatos às vagas oferecidas para o curso de Soldador de Tubulação: 50 titulares e 10 para reserva técnica. Para garantir participação neste curso, muitos candidatos ficaram na fila desde a sexta-feira da semana anterior. E parte dos interessados que chegaram depois não conseguiu a vaga desejada. Conforme o secretário municipal de Cidadania e Assistência Social, Leonardo Salum, em todos os cursos a procura foi bem maior do que o número de vagas oferecidas. E apesar de terem sido feitos cadastros reservas, ainda sobrou candidatos.

Aqueles que conseguiram, saíram contentes. É o caso de Luiz Eduardo Costa, 32 anos, morador do bairro Buchholz, o 33º a inscrever-se ontem para Soldador de Tubulação. Ele foi um dos que enfrentaram fila desde a sexta-feira da semana anterior. "Era o curso que eu queria", relatou, explicando que deseja trabalhar no Polo Naval por vários motivos, entre os quais o salário, que entende ser melhor, e por gostar desta área, na qual já atuou. Ao todo, foram colocadas à disposição 467 vagas distribuídas nos cursos de Soldador de Estruturas (150 vagas), Caldeireiro (75), Maçariqueiro (92 vagas), Esmerilhador/Lixador (100 vagas) e Soldador de Tubulação (50 vagas).

Os cursos são oferecidos por meio de convênio entre a Prefeitura do Rio Grande, que os administra, e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), responsável pela contratação da empresa que os executará. A previsão é de que as aulas se iniciem no final de outubro.

 

Filas

A grande reclamação dos candidatos foi a fila. Alguns disseram que o ideal seria que no primeiro dia fossem distribuídas fichas para atendimento, por ordem de chegada. Assim poderiam ir para casa e retornar no dia da inscrição. Carla Hagendoorn Bertoldi, 28 anos, que ontem conseguiu cadastro apenas como suplente, é uma delas. "A gente passa muito trabalho na fila e sem segurança. Não havia policiamento aqui (lateral da Praça Saraiva) à noite. Foi mal organizado esse atendimento. Esperava que distribuíssem fichas", observou.

Carla e Cláudia da Costa, 28 anos, disseram que os organizadores poderiam ter deixado os candidatos aguardarem dentro do ginásio, onde estariam mais seguros e resguardados da chuva. Na noite de quinta para sexta-feira, quando choveu, foi autorizada a transferência das barracas para baixo das marquises do ginásio. "Foi uma correria de madrugada", salientaram elas. O secretário Salum informou que, para as próximas edições, será verificada uma forma de evitar que as pessoas se antecipem e fiquem tanto tempo na fila de espera.

Salum explicou que não dá para fazer as inscrições pela Internet porque abre possibilidade de acesso para quem é de fora da cidade e fica difícil selecionar os candidatos. "Resta distribuir fichas para todos no mesmo dia ou colocar todos no ginásio e sortear as vagas. Vamos estudar uma forma de resolver esse problema", afirmou. Quanto à possibilidade de pessoas de fora conquistarem algumas vagas, Salum diz que não ocorreu porque foi exigido comprovante de residência na hora da inscrição. "As vagas são para Rio Grande", salientou.

Fonte: Jornal Agora - Carmem Ziebell

 

De olho nos acontecimentos...

De olho nos acontecimentos...

Galo Até Morrer!!!

Galo Até Morrer!!!
Super Galo

Minha Princesinha

Minha Princesinha

Galerinha do Barulho rsrsrs...

Galerinha do Barulho rsrsrs...
Filhotes, Filhos

Minha vida

Minha vida
Família

EU E MINHA TURMINHA LINDA

EU E MINHA TURMINHA LINDA
FAMÍLIA