sábado, 22 de outubro de 2011

China traz tecnologias em equipamentos de petróleo para o Brasil




Interessada em participar do promissor mercado de petróleo brasileiro, a estatal chinesa Baoji Oilfield Machinery Company (Bomco) formalizou neste mês de outubro, no hotel Hyatt, em São Paulo, sua participação como sócia da joint venture Bomcobras, que vai fabricar máquinas e equipamentos para petróleo e gás no Brasil. Além do grupo chinês, a empresa é formada pelas empresas brasileiras Asperbras e Brasil China Petroleo (BRCP).
Em seu pronunciamento no evento de lançamento da Bomcobras, Zhang Yongze, presidente da Bomco, destacou a importância para o Brasil de poder contar com a tecnologia chinesa neste setor. "Somos a primeira, a maior e a mais forte empresa na China em produção de equipamentos de petróleo", afirmou.
Segundo ele, a estatal já atua em diversos países como Estados Unidos, Noruega e Venezuela com resultados bastante positivos. "É uma joia chinesa que agora vai se tornar brasileira", acrescentou Wang Shu Wei, presidenta da Brasil China Petroleo (BRCP). "Com o apoio do governo, da sociedade e dos nossos parceiros, tenho certeza de que vamos construir um futuro promissor para a Bomcobras", emendou o presidente da Bomco.
Convidada para o evento, a presidente Dilma Rousseff não pode comparecer por causa de problemas com a agenda, mas mandou carta parabenizando a parceria Brasil-China. O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva também enviou uma carta com teor semelhante. "Tenho certeza de que esta realização vai contribuir para estreitar ainda maios os fortes laços políticos e econômicos entre China e Brasil", declarou Lula em seu texto.
Se obter tecnologia chinesa é um bom negócio para os brasileiros, também é de extremo interesse dos chineses participar do comércio internacional de petróleo na América Latina. Por conta disso, a estatal chinesa escolheu com rigor quem seriam seus parceiros brasileiros. E a eleita foi a Asperbras, empresa de tubulações com sólida estrutura em venda, distribuição e atendimento ao cliente.
Durante o evento, que reuniu cerca de 400 pessoas, os sócios anunciaram a instalação de uma fábrica de sondas de perfuração de poços de petróleo no município de Simões Filho, região metropolitana de Salvador, na Bahia. A construção começará em Novembro e o início das operações está previsto para Março de 2012. A meta inicial da Bomcobras é realizar um investimento de R$ 130 milhões nos próximos dois anos. A fábrica terá 10 mil metros quadrados e, a princípio, a estimativa é que gere 200 empregos. "Mas este número de empregos deve dobrar nos próximos dois anos", garante Francisco Colnaghi, vice-presidente do Conselho de Administração da Bomcobras e presidente da Asperbras.
Cada uma parceiras nacionais tem participação de 33% do capital da nova companhia, enquanto a Bomco fica com 34%. Para participar das licitações, as empresas do setor de petróleo precisam ter uma porcentagem de conteúdo nacional que, no caso de equipamentos, é de 65%, conforme determinação do Governo Federal. "A meta é vender entre 15 a 20 sondas para perfuração em terra (onshore) por ano", diz Francisco Colnaghi.

Encontro com Alckmin

Os sócios brasileiros e a comitiva chinesa da Bomcobras tiveram um encontro com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Durante a reunião, Alckmin manifestou o interesse em montar uma unidade de serviço da Bomcobras na região de Santos. O governador disse que as conversações para viabilizar essa proposta será feita por intermédio da Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade (Investe São Paulo).



De olho nos acontecimentos...

De olho nos acontecimentos...

Galo Até Morrer!!!

Galo Até Morrer!!!
Super Galo

Minha Princesinha

Minha Princesinha

Galerinha do Barulho rsrsrs...

Galerinha do Barulho rsrsrs...
Filhotes, Filhos

Minha vida

Minha vida
Família

EU E MINHA TURMINHA LINDA

EU E MINHA TURMINHA LINDA
FAMÍLIA