quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Casco da P-55 atrasado

 


O Estaleiro Atlântico Sul está com o cronograma de obras do casco da plataforma P-55, semissubmersível que será instalada no campo de Roncador, na Bacia de Campos, atrasado. De acordo com o gerente-executivo de Engenharia da Petrobras, Pedro José Barusco, o atraso na obra é fruto da interferência de outras encomendas feitas ao estaleiro pela Transpetro. 
“Foi um problema de gerenciamento do estaleiro. Já temos um novo cronograma de obras revisado”, contou Barusco. O gerente da Petrobras garantiu que o tempo perdido será recuperado e o primeiro óleo da unidade está mantido para 2013.

O contrato para a construção do casco da P-55 foi assinado pela Petrobras e o EAS em dezembro de 2007 e está avaliado em R$ 392,6 milhões. A unidade será integrada no Estaleiro de Rio Grande pela Quip. O estaleiro, contudo, também enfrenta atrasos nas obras de infra-estrutura. 
A P-55, com capacidade de produção de 180 mil barris/dia de petróleo, será integrada pela Quip (Queiroz Galvão, UTC Engenharia e Iesa), que cotou o serviço em R$ 887,52 milhões. 
O EAS possui hoje em carteira 22 petroleiros da Transpetro.
Fonte: energiahoje

De olho nos acontecimentos...

De olho nos acontecimentos...

Galo Até Morrer!!!

Galo Até Morrer!!!
Super Galo

Minha Princesinha

Minha Princesinha

Galerinha do Barulho rsrsrs...

Galerinha do Barulho rsrsrs...
Filhotes, Filhos

Minha vida

Minha vida
Família

EU E MINHA TURMINHA LINDA

EU E MINHA TURMINHA LINDA
FAMÍLIA