sábado, 1 de setembro de 2012

Integração da P-58 deve começar na próxima semana



Fabio Dutra
Integração da P-58 deve começar na próxima semana
Casco da P-58 ontem foi deslocado da ponta Sul do Porto Novo para a frente do portão 2
    A conversão do navio Welsch Venture em casco da plataforma P-58, em execução em Rio Grande, está em fase final e na próxima semana deve ter início a colocação, sobre ele, dos três módulos que chegaram de Niterói (RJ) no último dia 22."Assim que os módulos estiverem sobre ele, começa o processo de integração da plataforma", observou o diretor-geral da Quip S/A, Miguelangelo Thomé.
    Nesta quinta, o casco da  P-58, que está atracado no cais do canteiro de obras da Quip, foi deslocado do ponto em que estava para outro, para possibilitar que a dragagem de manutenção que está sendo feita na área do Porto Novo pudesse abranger o local em que ele estava.
    O deslocamento foi realizado com uso de quatro rebocadores azimutais, um rebocador convencional pequeno e três lanchas de apoio, em uma operação que começou às 3h da madrugada, com a desamarrarão, e foi concluída às 11h37min. A manobra propriamente dita da plataforma ocorreu entre as 7h30min e as 9h.
    Na próxima segunda-feira, o casco da P-58 será novamente deslocado para ficar mais perto do guindaste que colocará os módulos sobre a plataforma. Trata-se de um guindaste com capacidade para movimentar até 4 mil toneladas.
    Os módulos que vieram de Niterói e serão integrados ao casco a partir da próxima semana são o M06 (Tratadores Eletrostáticos), o M10A SRU (de Remoção de Sulfato) e o M05 (separadores). A construção da plataforma P-58 está sob responsabilidade da CQG Construções Offshore. A Quip atua nesse projeto nas áreas de Engenharia e Suprimentos.
    Do tipo FPSO (sigla em inglês para plataforma flutuante que produz, processa, armazena e escoa petróleo), a P-58 será instalada no norte do Parque das Baleias, no estado do Espírito Santo. Essa plataforma terá capacidade de produção de 180 mil barris de óleo/dia, de compressão de 6 milhões de metros cúbicos de gás/dia, de injeção de água de 350 mil barris/dia e de acomodações para 110 pessoas. Se constituirá em um investimento de 1,34 bilhão de dólares.
    Cais pronto
    Miguelangelo Thomé informou que as obras de extensão do cais 1 do canteiro da Quip S/A, na ponta sul do cais do Porto Novo, iniciadas em fevereiro deste ano, estão prontas. "Estamos só esperando a Licença de Operação (LO) para inaugurá-lo", salientou Thomé. Ele acredita que nos próximos 15 dias deve ser emitida a LO. Parte da estrutura nova é destinada a carga e descarga e a outra parte, para ancoragem. Nesta última será atracado o casco da P-63, que está sendo preparado na China e agora pode vir para o Brasil assim que estiver pronto, pois tem espaço no cais para atracar.

    As obras para ampliação da infraestrutura da Quip consistem na extensão do cais 1 e implantação do cais 2, na área sul do canteiro da empresa, mas a construção do cais 2 está prevista para ocorrer a partir de 2013.
    Fonte: Jornal Agora

    De olho nos acontecimentos...

    De olho nos acontecimentos...

    Galo Até Morrer!!!

    Galo Até Morrer!!!
    Super Galo

    Minha Princesinha

    Minha Princesinha

    Galerinha do Barulho rsrsrs...

    Galerinha do Barulho rsrsrs...
    Filhotes, Filhos

    Minha vida

    Minha vida
    Família

    EU E MINHA TURMINHA LINDA

    EU E MINHA TURMINHA LINDA
    FAMÍLIA