quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Navio hibrido ira sair do papel


A idéia é muito boa, um navio que não precisa de acionar geradores (máquinas auxiliares), enquanto atracado ou fundeado, não quis dizer que o navio será plugado em terra firme ou ficar “apagado”, muito pelo contrário. O navio produziria sua própria energia e armazenaria, porem sem a necessidade de consumir combustível fóssil.
Este é o projeto que a MOL (Mitsui O.S.K. Lines - maior armador japonês e do mundo também),  divulgou  imagens do design exterior do navio híbrido que será utilizado no transporte de automóveis (Car Carrier Ship). O objetivo do modelo é atingir  0% de emissão gases quando atracado ou fundeado, por meio de uma tecnologia híbrida de geração de energia.
A idéia é bem prática para um navio que tem formado de caixa (navios Ro/Ro ou pure car), painéis solares serão instalados sobre o convés principal e demais espaços “livres”.
O projeto é apoiado e subsidiado pelo Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo do Japão a partir de 2009.
O navio irá utilizar um sistema de fornecimento de energia elétrica que combina painéis de energia solar para captar energia para baterias de íon-lítio que entram em funcionamento quando a embarcação está atracada (já existe um navio do armador japonês NYK que esta em testes usando tal sistema, apoiado pelo mesmo programa, porem este navio é adaptado).
This week MOL announced the design of the hybrid car carrier to be built at the MHI., Kobe shipyard for launch in June 2012. The vessel has a capacity of 6,400 vehicles (standard passenger cars) with a LOA of (199 m), beam (32 m) and draft (9.8 m). Solar panels on every bit of flat, exposed upper deck space, will generate up to 160kW. This is more than ten times as much as present systems on other ships, making it the most powerful solar system of its type in the world.

Nova geração de navios hibridos
Nova geração de navios híbridos.
Os painéis serão capazes de gerar 160 kW – isto é dez vezes mais que o sistema atual empregado nos outros navios – o sistema foi elaborado pela Mitsubishi Heavy Industries, pela Sanyo Electric, e pela MOL. As baterias de íon-lítio podem armazenar 2,2MWh de eletricidade, e a potência gerada pelos painéis enquanto o navio está em operação é armazenada nas baterias e usada para fornecer energia aos sistemas da embarcação enquanto ele estiver atracada ou em fundeio, e mais o sistema de gerador de eixo enquanto estiver navegando.
Tal sistema elimina a necessidade de instalação de MCA (geradores de energia movidos a diesel), permitindo ao navio a atingir a marca de zero emissão de poluentes enquanto no porto. Alem disso, as baterias de íon-lítio serão posicionadas na popa da embarcação, substituindo o lastro fixo, o que não influencia no número de veículos que o navio pode transportar. O navio será lançado em julho do ano que vem, no estaleiro da Mitsubishi Heavy Industries, e já encontra se em faze inicial de construção.
O armador do jacaré mais uma vez sai abocanhando tudo, e por aqui, quando teremos uma indústria que desenvolva tecnologia que gere economia e sustentabilidade?

 

MOL – OSK Lines em números:

Opera mais de 840 navios de todos os tipo, é uma das líderes no ramo de navios LGN, e navios tanque, e graneleiros de todos os tipos e porte.
Começou a operar navios especializados em transportes de veículos desde 1965.
Hoje opera uma frota de 95 navios para veículos (Pure Truck Carrier/ Car Carrier).
Esta presente em mais de 100 países.
Possui suas próprias escolas de formação de marítimos (2 nas Filipinas, 2 no Japão, Rússia, Montenegro, 2 Índia, Indonésia), e um navio escola privado o SPIRIT OF MOL.
Atualmente é o maior armador do Japão ao lado da NYK Lines, e o maior armador do mundo.

De olho nos acontecimentos...

De olho nos acontecimentos...

Galo Até Morrer!!!

Galo Até Morrer!!!
Super Galo

Minha Princesinha

Minha Princesinha

Galerinha do Barulho rsrsrs...

Galerinha do Barulho rsrsrs...
Filhotes, Filhos

Minha vida

Minha vida
Família

EU E MINHA TURMINHA LINDA

EU E MINHA TURMINHA LINDA
FAMÍLIA