terça-feira, 26 de julho de 2011

Curso ISA - Princípos aplicados em Caldeiras a Óleo

* Se você não está conseguindo visualizar este e-mail, clique aqui.
INVISTA em você Cursos de Qualificação Profissional ISA Distrito 4
 
PRINCÍPIOS BÁSICOS DE FUNCIONAMENTO DE INSTRUMENTOS E CONTROLES APLICADOS EM CALDEIRA A ÓLEO 
4 e 5 de agosto
 
 
Objetivos 

Proporcionar aos participantes as informações básicas da automação e integração de caldeiras utilizando redes de controle e intertravamento, com monitoramento a distância através de uma HIM e/ou sistema de supervisão e controle (SSC).

Público Alvo 

Destinado a todos os profissionais que se interessam pelas áreas de controle de caldeiras, integração de variáveis de controle, otimização na automação de caldeiras e suas malhas de controle.

Expectativas de Resultados 

Que os participantes entendam:
• Como o vapor é gerado, o que é título do vapor como ele é distribuído e como reaproveitar a energia contida nele.
• Qual o custo das perdas do calor nos vazamentos de vapor; nos flanges sem isolamento e na utilização imprópria nos trocadores.
• Quais as implicações de uma operação insegura da caldeira.
• Porque devemos automatizar uma caldeira, quais as conseqüências desta automação.
• Entender as variáveis de processo que identificam a eficiência da caldeira e da combustão através de analisadores e outros instrumentos.
• A aplicação de novas tecnologias, tais como os controladores híbridos, os transmissores digitais, rede de controle, rede de intertravamento, as HIM e o PC na arquitetura da caldeira.
• Os acidentes acontecem na partida e parada das caldeiras, assim sendo elaborar procedimentos para evitar acidentes desta ordem.
• Que é possível operar uma caldeira com segurança, economia e respeitando o meio ambiente.

Descrição 

Com a instabilidade dos produtores de petróleo o preço do óleo vem subindo todos os dias e, fazem da produção de vapor com economia e segurança, uma meta que deve ser seguida com afinco, pois os custos aumentam vertiginosamente quando a caldeira opera desregulada.
Monitorar todos os processos que envolvem a produção e a distribuição do vapor e o retorno do condensado, agindo com rapidez quando um deles está fora dos parâmetros pré-configurados mantém a eficiência da caldeira em números plausíveis.
Quanto maior for a automação e a integração dos sistemas da caldeira, maior será a segurança e a eficiência.
Este será nosso objetivo, fornecer ferramentas que ajudem na compreensão dos mecanismos que envolvem a manipulação do vapor, através de novas tecnologias e de procedimentos operacionais.

Ementa 

1. Porque devemos otimizar os controles da caldeira:
• Novas tecnologias;
• Incrementar novas malhas de controle;
• Incrementar o intertravamento.

2. Integrar sistema de controle aumenta a segurança:
• Redes de controle;
• Redes de intertravamento;
• Sistema de controle híbrido.

3. Analisadores de gás:
• CO2;
• O2;
• Temperatura;
• Eficiência.

4. Partida e parada da caldeira:
• Procedimento de partida;
• Chama piloto;
• Chama principal;
• Anel de alimentação e retorno de óleo;
• Atomização do óleo.

Programa 

1. Introdução;
2. Noções de grandezas;
3. Variáveis: Pressão; Temperatura e Vazão;
4. Calor:
4.1. Sensível;
4.2. Latente;
5. Tipos de caldeiras:
5.1. Aquotubular;
5.2. Flamotubular;
6. Dispositivos de alimentação de água;
7. Dispositivos de alimentação de combustível;
8. Dispositivos de alimentação de ar;
9. Visor de nível;
10. Indicadores:
10.1. Pressão;
10.2. Temperatura;
11. Válvula de segurança;
12. Intertravamento:
12.1. Fotocélula;
12.2. Pressostato;
12.3. Termostato;
12.4. Chave de nível;
13. Ventiladores;
14. Válvulas de descarga de fundo;
15. Válvulas de descarga de nível;
16. Processo de combustão;
17. Analisador de gás:
17.1. CO2;
17.2. O2;
17.3. Teor de fuligem;
17.4. Excesso de ar na combustão;
17.5. Eficiência da combustão;
18. Combustível;
19. Atomização e queimadores;
20. Instrumentação inteligente;
21. Integração do sistema:
21.1. Telas no SSC (Sistema de Supervisão e Controle);
21.2. Alarmes;
21.3. Histórico;
22. Redes:
22.1. Função básica da Rede Sensor Bus;
22.2. Função básica da Rede Field Bus;
22.3. Função básica da Rede Device Bus;
22.4. Função básica da Rede Proprietária;
23. Operação de caldeiras:
23.1. Partida;
23.2. Parada;
24. Roteiro de vistoria diária:
25. Falhas de operação;
26. Tratamento da água;
27. Poluição do ar provocada por caldeiras;
28. Precauções durante a limpeza;
29. Manutenção preventiva de caldeiras;
30. Manutenção preditiva de caldeiras;
31. Inspeção de caldeiras;
 
   
Instrutor 

Reginaldo de Mattos Onofre, Técnico de Automação na PETROBRÁS (29 anos), Ministrou Curso de Instrumentação básica no SENAI de Santos, Instituto Brasileiro de Segurança na área de caldeiras, participou de congressos e simpósios como conferencista, Participou de vários cursos no Brasil e nos Estados Unidos (STEAM ENERGY CONSERVATION SEMINAR) na área de produção e distribuição de vapor, Ministrou palestra sobre economia de óleo combustível na geração de vapor na ISA EXPO 2005 CHICAGO, possui vários artigos em revistas tais como Mecatrônica Atual, Intech, Petro & Química e sites como: ESCOLA SENAI e TESTO do BRASIL. 

Inscrições

Membros da ISA: R$ 1.400,00
Demais Categorias: R$ 1.900,00

* Solicite a ficha de inscrição pelo e-mail: michelle@isadistrito4.org.br  

FORMA DE PAGAMENTO
Depósito no Banco Santander (033)
Agência 0435 (Moema) - C/C 13003202-1 - ISA - Distrito 4

*A taxa dará direito a: coffee-break, almoço, material didático, certificado de participação e credenciamento.


TORNE-SE ASSOCIADO ISA
lourenco@isadistrito4.org.br  


INFORMAÇÕES GERAIS

Horário:
• Das 09h00 às 18h00;

Local:
• Hotel Mercure Times Square – Av. Jamaris, 100 - Moema;

Credenciamento:
• Comparecer no dia com 30 minutos de antecedência;

Cancelamento:
• Todo pedido de cancelamento deve ser feito por escrito até 10 dias antes do início do evento. Caso não ocorra, será cobrado 50% do valor do curso.

Observação Importante:
• O curso poderá ser cancelado ou ter sua data alterada, por contingências de momento.

REALIZAMOS CURSOS IN COMPANY
Conheça essa SOLUÇÃO de treinamento para as necessidades de sua empresa!
treinamento@isadistrito4.org.br  

Informações

ISA - Distrito 4
Av. Ibirapuera, 2120 – Conjuntos 164/165 – 04028-001 - São Paulo, SP
Telefone: (11) 5053-7404
michelle@isadistrito4.org.br  - www.isadistrito4.org.br 
   
         
ISA DISTRITO 4 - Associação Sul-Americana de Automação Av. Ibirapuera, 2120 – Conjuntos 164/165 – CEP: 04028-001 – São Paulo/SP Telefone: (11) 5053-7404
Desenvolvido por Capella Designwww.isadistrito4.org.br

De olho nos acontecimentos...

De olho nos acontecimentos...

Galo Até Morrer!!!

Galo Até Morrer!!!
Super Galo

Minha Princesinha

Minha Princesinha

Galerinha do Barulho rsrsrs...

Galerinha do Barulho rsrsrs...
Filhotes, Filhos

Minha vida

Minha vida
Família

EU E MINHA TURMINHA LINDA

EU E MINHA TURMINHA LINDA
FAMÍLIA