terça-feira, 19 de julho de 2011

Diretor de E&P visita a plataforma P-57

O diretor de Exploração e Produção da Petrobras, Guilherme Estrella, e o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, visitaram ontem (18), o navio-plataforma P-57, unidade que opera no Campo de Jubarte, na porção capixaba da Bacia de Campos, a 80 km da costa do litoral. A visita também contou com a presença do secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Márcio Félix, e da imprensa local.

Durante entrevista coletiva, o diretor Guilherme Estrella destacou o papel da unidade, que possui capacidade para 180 mil barris, no cumprimento das metas de crescimento de produção. “Estamos excedendo as metas e a produção na Bacia do Espírito Santo é superior aos 4% de crescimento da produção atingida pela Petrobras nos últimos dias”, explicou Estrella.

O gerente da Unidade de Operações de Exploração e Produção de Petróleo no Espírito Santo, Luiz Robério Silva Ramos, destacou que atualmente a unidade é a que mais produz petróleo e gás no estado. “O Espírito Santo vive um ótimo momento de produção de petróleo e gás de modo que as perspectivas são excelentes”, disse.

Durante a visita do governador Renato Casagrande à P-57 foi descerrada uma placa comemorativa da marca de 100 mil barris diários de petróleo. Casagrande destacou a parceria com a Petrobras."De acordo com o plano de investimentos até 2014, a área de energia é uma das de maior perspectivas de investimento”

“A atividade de petróleo e gás fica mais importante a cada ano no estado. Temos uma expectativa muito boa com os novos projetos da companhia para os próximos dois anos. Seja pela movimentação de estaleiros, do setor de metalomecânica ou pela capacitação da mão de obra”, concluiu o governador.


Uma nova geração de plataformas

A P-57 inaugurou uma nova geração de plataformas, concebidas e montadas a partir do conceito de engenharia que privilegia a simplificação de projetos e a padronização de equipamentos. O navio-plataforma é do tipo FPSO (sigla em inglês que significa unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo) e integra a segunda fase de desenvolvimento do campo de Jubarte.

Ancorada a uma profundidade d´água de 1.260 metros, produz petróleo de 17 graus API (medida de densidade do petróleo). Ela terá capacidade para processar, diariamente, até 180 mil barris de petróleo e 2 milhões de metros cúbicos de gás. Começou operar em dezembro de 2010, este ano, e hoje está  interligada a 6 poços produtores. É a primeira unidade dessa complexidade a operar na costa do Espírito Santo.

A expectativa é que o pico de produção seja atingido até o final deste ano. O petróleo produzido é transferido por navios aliviadores para terra e o gás escoado por gasoduto submarino para a Unidade de Tratamento de Gás Sul Capixaba (UTG-Sul), localizada na região de Ubu, no município de Anchieta, a cerca de 100 km de Vitória.

 

Parque dos Doces

 

O Espírito Santo se prepara para o início das atividades na mais nova província petrolífera descoberta pela Petrobras nos campos de Pé de Moleque, Cocada, Quindim e Brigadeiro, que compõem o chamado Parque dos Doces (nomes provisórios). A estatal ainda avalia as reservas, mas admite que até 2015 deve iniciar a produção na região. O Parque dos Doces fica ao lado do Campo de Golfinho.

 

Fonte: tnpetroleo

De olho nos acontecimentos...

De olho nos acontecimentos...

Galo Até Morrer!!!

Galo Até Morrer!!!
Super Galo

Minha Princesinha

Minha Princesinha

Galerinha do Barulho rsrsrs...

Galerinha do Barulho rsrsrs...
Filhotes, Filhos

Minha vida

Minha vida
Família

EU E MINHA TURMINHA LINDA

EU E MINHA TURMINHA LINDA
FAMÍLIA