domingo, 24 de julho de 2011

O Brasil clama por investimentos em infraestrutura


Relatório da OPEP desmascara farsa do pré sal como a "redenção da lavoura" para o Brasil

leia o artigo na íntegra no Blog da LBI:
http://lbi-qi.blogspot.com
URL:: http://lbi-qi.blogspot.com

O boletim anual da OPEP (Organização dos países exportadores de petróleo) divulgado no último dia 18/07 revelou que a grande operação de marketing montada pelo governo Lula em 2009, para anunciar a descoberta da camada de petróleo no "pré sal" como a porta de saída do pais da etapa de subdesenvolvimento, não passa de uma farsa. O relatório da OPEP demonstrou que as reservas de petróleo do Brasil aumentaram somente 0,4% entre 2009 e 2010, enquanto as da Venezuela subiram 40% no mesmo período, isto quando ambos países anunciaram em 2009 a descoberta de novas reservas, no Brasil o pré sal e na Venezuela a bacia do Orinoco, a única diferença é que as nossas não passam de uma ficção política à serviço do engodo da frente popular vender a imagem de um "Brasil grande".

O relatório também apontou a ascensão da Venezuela como país detentor das maiores reservas de petróleo no mundo (296,5 bilhões de barris) superando pela primeira vez a Arábia Saudita. Já o Brasil continua colado ao México, atrás dos EUA e da própria Venezuela no continente americano. Registre- se que as reservas de petróleo do México, na marca dos 11,6 bilhões de barris estão sendo consideradas em franca decadência, ficando abaixo do Brasil em apenas um bilhão de barris. O pífio resultado do Brasil aferido pela OPEP, com a supervisão da ONU, é o retrato da real incapacidade de exploração econômica do óleo cru em larga escala, concentrado majoritariamente em faixa marítima de grande profundidade, ou seja com alto custo para sua prospecção. O ufanismo Lulista em torno desta falsa questão serviu para potenciar a candidatura presidencial do "poste" Dilma, como denunciamos em editorial do jornal Luta Operária de março de 2009, agora comprovada por dados técnicos internacionais .

A elevação do Brasil da situação de um país periférico da economia capitalista mundial ao "primeiro mundo", como tanto sonha a frente popular, não se dará pela via da descoberta de nenhuma "milagrosa" comoditie, por mais valor que possua no mercado internacional, o péssimo exemplo dos países árabes e da própria Venezuela demonstra isto. Nosso país só superará sua condição de subdesenvolvido (país semicolonial) através da ruptura das arcaicas relações de produção capitalista, vinculadas a exportação para os mercados da metrópole imperialista. Sem esta ruptura radical com o modo de produção vigente, continuaremos a ser um pais atrasado cientificamente (agro-mineral exportador), com poucos investimentos estatais na formação educacional de nossa juventude, sem falar na área social muito mais próxima dos padrões africanos que dos europeus .

O que mais podemos esperar de um governo que usa de artimanhas, administra nosso dinheiro como fosse fezes de cachorro.
Não da pra esperar mais nada desse poço de lama chamado PT.
23/7

De olho nos acontecimentos...

De olho nos acontecimentos...

Galo Até Morrer!!!

Galo Até Morrer!!!
Super Galo

Minha Princesinha

Minha Princesinha

Galerinha do Barulho rsrsrs...

Galerinha do Barulho rsrsrs...
Filhotes, Filhos

Minha vida

Minha vida
Família

EU E MINHA TURMINHA LINDA

EU E MINHA TURMINHA LINDA
FAMÍLIA